12 Conselhos aos pregadores – Parte 2

Pregação
Image source - Pexels.com

Em nosso primeiro artigo listamos 6 conselhos aos pregadores da Palavra de Deus, dados pelo príncipe dos pregadores Charles Spurgeon, se você ainda não leu o artigo anterior, sugiro que você o faça acessando o link abaixo e depois retorne a este artigo.

12 Conselhos aos pregadores – Parte 1


Neste último artigo finalizamos a lista com mais 6 conselhos aos pregadores.

7. O SILÊNCIO É OURO

Uma pausa também pode prender o ouvinte com atenção.
“Sabe fazer uma pausa. Faça um ponto de interjeição excitando os parênteses do silêncio. O discurso é prata, mas o silêncio é ouro quando os ouvintes estão desatentos.

8. USE GESTOS NATURAIS

Seja você mesmo, não uma imitação barata de outra pessoa.
“Seu maneirismo deve ser sempre o seu, nunca deve ser uma mentira,a simulação da paixão, a simulação de emoção, ou a mímica do modo de entrega de outro homem.

9. APELAÇÃO AO AUTO-INTERESSE DOS POVOS

Abraçar o fato de que cada pessoa é o seu assunto favorito.
“Sugiro novamente que, para garantir a atenção através de um discurso, devemos fazer com que as pessoas sintam que têm interesse no que lhes estamos dizendo. Este é, na verdade, um ponto essencial, porque ninguém dorme enquanto ele espera ouvir algo a seu favor. Já ouvi falar de coisas muito estranhas, mas nunca ouvi falar de uma pessoa que vai dormir enquanto escuta uma mensagem que ele esperava ouvir, nem ouvi falar de um prisioneiro que vai dormir enquanto o juiz estava dando a sentença, E sua vida estava pendente em perigo. O auto-interesse desperta a atenção. Pregue sobre temas práticos , presentes, assuntos pessoais, e você vai conseguir uma audiência interessada.”

10. CONHEÇA HISTÓRIAS

Uma boa história atrai a atenção.
“Muitas vezes vi um pobre companheiro de pé no corredor do Templo. Por que, ele se parece com um pardal que entrou em uma igreja, e não pode sair novamente! Ele não consegue perceber que tipo de culto é; Começa a contar quantas pessoas sentam na primeira fila na galeria, e todos os tipos de ideias passam por sua mente. Agora eu quero atrair sua atenção; Como vou fazer isso? Se eu citar um texto das Escrituras, ele pode não saber o que significa, e pode não estar interessado nela. Devo colocar um pouco de latim no sermão, ou citar o original hebraico ou grego do meu texto? Isso não serve para esse homem. O que devo fazer? Ah! Eu sei uma história que vai, eu acredito, despertar sua atenção.”

11. PREGUE SOBRE CRISTO

Sempre preguem o simples evangelho.
“De tudo o que eu gostaria de dizer isto é o resumo; Meus irmãos, pregai Cristo, sempre e sempre. Ele é todo o evangelho. Sua pessoa, seus serviços e seu trabalho devem ser o nosso grande e abrangente tema. O mundo ainda precisa conhecer sobre seu Salvador e do caminho para alcançá-lo … Não somos chamados a proclamar a filosofia e a metafísica, mas o simples evangelho. A queda do homem, a sua necessidade de um novo nascimento, o perdão através de uma expiação e salvação, como o resultado da fé, estes são o nosso machado de guerra e armas de guerra.”

12. CONVITE PARA A AVALIAÇÃO

Mesmo os melhores pregadores deslizam em maus hábitos.
“Peça a um amigo que lhe diga suas falhas, ou melhor ainda, deem as boas-vindas a um inimigo que o vigiará atentamente e falará a verdade. Que bênção será para um homem sábio, que intolerável incômodo para um tolo! Corrija-se com diligência e frequência, ou você cairá em erros de surpresa, tons falsos crescerão, e hábitos desleixados formarão insensivelmente; Portanto, critique-se com cuidado incessante.
Que Deus o abençoe grandemente nesta grande obra da pregação.

ARTIGOS RELACIONADOS

Você também pode se interessar por

Centralidade de Cristo na pregação

A centralidade de Cristo na pregação

O pregador cristão, quer esteja pregando a partir do AT, quer do NT, deve apresentar Cristo como o referencial Um foco crítico para várias dessas

#002 – Modelo e Estrutura para pregação

Este é um modelo, uma estrutura para apresentação de sermão. Você pode utilizar esta estrutura como exemplo para desenvolver o seu próprio modelo. É claro