/4 fontes inspiradoras para o desenvolvimento de sermões
Inspiração

4 fontes inspiradoras para o desenvolvimento de sermões

Nem sempre temos a clareza das ideias a serem desenvolvidas nos sermões, por isso todo pregador em algum momento necessita de uma fonte de inspiração, uma recomendação muito seguida pelos grandes pregadores é andar sempre com um bloco de anotações e caneta, para não perder nenhuma grande idéia para uma pregação.

Na era dos smartphones fica ainda mais prático registrar A GRANDE IDÉIA para um sermão, basta alguns toques, uma foto, um link, um print de tela e pronto! Já temos mais uma idéia armazenada para nosso “arquivo de inspirações”, depois basta abrir este arquivo e selecionar uma das muitas idéias que já foram armazenadas.

Em meu smartphone e em meu notebook por exemplo, tenho uma pasta com anotações com vários títulos como: Uma Igreja Poderosa, 2 Cronicas 16, Um chamado a fidelidade, etc. Geralmente estas anotações contém o título e mais alguma informação curta que me faça lembrar do tema, ou um link para uma notícia ou ainda uma imagem.

Você pode começa hoje mesmo o seu “arquivo de inspirações”, garanto que com apenas um acesso aos grandes portais de notícias você terá material suficiente para armazenar em seu arquivo e desenvolver um sermão bíblico posteriormente.

Na sequencia listamos algumas fontes de inspiração para seus sermões:

1. Bíblia

Um pregador ungido por Deus terá a bíblia como sua principal fonte inspiradora para composição de sermões. Não se pode ser um músico sem instrumento, assim como não se pode ser um pregador bíblico, sem a bíblia.

Como podemos falar a respeito daquilo que não conhecemos?

A Bíblia é a principal fonte, a principal ferramenta, a principal arma de todo pregador comissionado por Deus para levar a Sua Palavra. Se você quer ser um bom pregador passe tempo com a Bíblia, estude, medite, se alimente da palavra de Deus.

Fazer o ano bíblico, ou escutar a Bíblia em áudio enquanto realiza suas tarefas, ou se desloca para os lugares é uma boa maneira de sempre estar ligado a Palavra de Deus e assim obter inspiração para seus sermões.

O site Reavivados pela Sua Palavra, onde um capítulo da Bíblia é estudado por dia também é uma ótima fonte de inspiração.

https://reavivadosporsuapalavra.org

2. Lista de Oração

Ter uma vida regular de oração permite ao pregador estar em contato constante com Deus, e como consequência ser mais influenciado pela voz do Espírito Santo, que pode nos iluminar para um tema especifico para pregação.

Ter uma lista com os nomes e pedidos de orações, também podem nos sensibilizar a respeito de um assunto o qual nossos ouvintes estão necessitando.

3. O Dia-a-Dia de sua Comunidade

Nada será mais relevante para sua comunidade, do que abordar em um sermão um estudo, uma exortação a respeito de uma situação que tem sido vivenciada pelos membros da comunidade, seja ela de: falta de conhecimento bíblico, falta de conhecimento profético, falta de amor, luto, descrença, inimizade, perdão, infidelidade, etc.

São inúmeros os temas que podem ser abordados, e que serão de grande enriquecimento espiritual, pois é algo vivenciado por todos. Você mais do que ninguém deve, ou deveria, saber o que sua comunidade precisa.

Uma ressalva, é necessário discernimento espiritual, humildade, amor e iluminação divina para pregar sermões que sejam repressivos e/ou corretivos. Ninguém gosta de ouvir alguém apontar o dedo nem por 2 minutos se quer.

A autoridade de nossa pregação está na Bíblia e não em nós, é através de nós que ela é manifestada, no entanto jamais devemos assumir um púlpito com a intenção de julgar nossos ouvintes.

4. Jornais, Sites e Redes Sociais

As notícias recentes sempre trazem temas impactantes e atuais que podem ser utilizados como ponto inicial para composição de um sermão, basta uma rápida passada de olhos nos principais jornais, sites de internet e redes sociais e com certeza teremos alguma ideia para explorarmos em nossos sermões. Ainda mais hoje em dia, no cenário atual em que vivemos, mais do que nunca a mensagem da volta de Jesus, de libertação, de fidelidade a Palavra de Deis, de salvação deve ser pregada as almas desesperançadas.

Uma ressalva, tome cuidado para não dar mais importância a notícia em si do que à Palavra de Deus, ou ao conteúdo espiritual da mensagem, estes devem ser o conteúdo principal da pregação e não o contrário.

Muitas vezes pregadores tem utilizado uma passagem Bíblica como pretexto para expor sua opinião a respeito de uma notícia ou um evento que foi divulgado na mídia, abrem a Bíblia fazem a leitura de uma passagem e depois nunca mais voltam a Bíblia, tecendo suas opiniões, idéias e comparações.

Por favor, não faça isso.

Este artigo foi útil?

Pregador e instrutor bíblico, historiador e editor do site http://pregandoapalavra.com.br