/Amor: Deus ama os pecadores

Amor: Deus ama os pecadores

Dwight L. Moody encontrou-se com Henry Moorhouse, evangelista inglês, em Dublin. Moody não se impressionou bem com Moorhouse, achando-o jovem demais, para a obra que estava fazendo e, quando este falou que esperava ir a Chicago para pregar, Moody lhe disse: “Se for ao leste, procure-me.”

Em pouco tempo Moody recebeu uma carta de Moorhouse informando-o de que estaria, em Chicago em certa data e pregaria para ele.

Ainda que grandemente perturbado, Moody arranjou tudo para que ele pregasse em sua ausência, pois precisava viajar.

De volta, disse-lhe a senhora de Moody “que toda a comunidade tivera excelente impressão da mensagem do evangelista inglês. “Sua pregação é um pouco aderente da sua” – acrescentou – “ele diz que Deus ama até “os piores pecadores e afirma tudo com passagens bíblicas. Pregou duas vezes sobre João 3:16.”

Surpreso e curioso, Moody foi ao culto domingo de manhã e Moorhouse pregou sobre o mesmo texto – João 3:16. À noite pregou ainda sobre este texto: “Mostrou-nos de Gênesis ao Apocalipse que Deus nos amou, disse depois Moody.

Quase que podia provar isso em qualquer passagem da Bíblia.

Quase tocou somente numa tecla, a mais alta e mais nobre e era doce à minha alma a sua pregação.

A verdade penetrou em meu coração e nunca mais pude olvidá-la. Eu costumava pregar que Deus seguia atrás do pecador para castigá-lo. Abandonei essa idéia. Prego agora que Deus procura os pecadores, com amor.

 

Este artigo foi útil?

Pregador e instrutor bíblico, historiador e editor do site http://pregandoapalavra.com.br