/O tema do pregador

O tema do pregador

O púlpito deve ser o pedestal da cruz de Cristo, mas infelizmente muitas vezes a própria cruz é aproveitada como pedestal da fama do pregador!

Eu mesmo, irmãos, quando estive entre vocês, não fui com discurso eloqüente nem com muita sabedoria para lhes proclamar o mistério de Deus.
Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo, e este, crucificado.
E foi com fraqueza, temor e com muito tremor que estive entre vocês.
Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do Espírito,
para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus.
1 Coríntios 2:1-5

Podemos ser eloqüentes, podemos demonstrar inteligência, espalhar as flores da poesia, difundir a luz da ciência, os princípios da moralidade, mas se Cristo não for o assunto da nossa pregação, temos fugido à nossa missão e estamos pregando em vão.

Satanás tem medo somente da cruz; isto ele teme, e se quisermos destruir o seu poder, estendamos o reino santo e benéfico, que é justiça, paz e alegria no Espírito Santo, por meio da cruz.

E disse-lhes: “Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.
Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.
Marcos 16:15,16

 

Este artigo foi útil?

Pregador e instrutor bíblico, historiador e editor do site http://pregandoapalavra.com.br